Search
Close this search box.

Algodão é tema de amostra cultural realizada por crianças e adolescentes de Patos de Minas

Manhã especial envolvendo as crianças e adolescentes do Amparo Maternal é promovida pela Amipa para difundir a cultura do algodão. Foto: Agência Âncora/acervo Amipa.

“O algodão inspira arte”. Este foi o título da amostra cultural promovida pela Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), em parceria com o Amparo Maternal Eurípedes Novelino – entidade sediada em Patos de Minas (MG) que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e econômica. O evento aconteceu na manhã do dia 17 de outubro, na sede do Amparo, onde foram apresentados os trabalhos produzidos pelos cinco grupos inscritos.

O evento foi prestigiado por autoridades, empresas parceiras, imprensa e representantes da Amipa. Foto: Agência Âncora/acervo Amipa.

Com a presença da vice-prefeita de Patos de Minas, Sandra Cristina Gomes da Silva, do presidente da Câmara Municipal de Patos de Minas, Gladston Gabriel da Silva, e da presidente da Amparo Maternal, Dra. Mirian Gontijo Moreira da Costa, assim como de representantes da Amipa, 185 crianças assistidas nos turnos da manhã e tarde, acompanhadas das profissionais educadoras, submeteram seus trabalhos à avaliação da banca.

A qualidade dos trabalhos surpreendeu, assim como o ambiente belissimamente decorado para receber os menores e os convidados. Na primeira e segunda estações foram apresentados os trabalhos da turma infantil, com os temas “O que a sementinha precisa para crescer” e “Poesias sobre o algodão”. As crianças desenvolveram os temas em trabalhos com pinturas, montagens e poesias. A terceira estação teve como tema “A união dos associados da Amipa” e foi representado pela construção de um barracão retratando a Amipa, seus associados e o produto principal de comercialização: o algodão em pluma. A quarta e quinta estações foram produzidas e apresentadas por um grupo de talentosas adolescentes que trabalharam “Os diversos usos do algodão” e “Toda a história do algodão”. Elas usaram de técnicas de pinturas em tela e tecido, cartazes e diversos tipos de artesanato manual decorativo.

Os menores retrataram suas habilidades em pinturas, desenhos, montagens, poesias, entre outras formas de artesanato. Fotos: Agência Âncora/acervo Amipa.

De acordo com Lucélia da Costa Borges, gerente administrativa da Amipa, a proposta dessa ação foi apresentada à diretoria do Amparo com o objetivo de provocar nos menores o estímulo de suas habilidades artísticas – e, até mesmo, o aperfeiçoamento – e o despertamento da consciência sobre a importância da agricultura para a região mineira do Alto Paranaíba e para o Brasil. Para tanto, a Associação usou como base a cartilha “História do Algodão”, uma publicação da Agroligadas e Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), além de dados e informações sobre os programas desenvolvidos pela própria Amipa.

“Todas as profissionais do Amparo foram muito parceiras da Associação. Desde a primeira reunião realizada para apresentar o projeto, houve muita receptividade, compromisso e engajamento. Elas entenderam o propósito, conduziram o tema principal junto às crianças e acompanharam toda a produção. Foi um trabalho lindo e feito com muito carinho, portanto, o resultado não poderia ser diferente: as crianças e adolescentes surpreenderam a todos”.

Ao término das apresentações, a banca de avaliação formada por representantes da Associação, assessores de marketing e parceiros escolheu o trabalho “A união dos associados da Amipa”, elaborado pelos grupos Amizade e Os Astronautas. Os componentes dos grupos receberam certificado de participação e um brinde da Associação, entregues logo após o lanche oferecido a todos os presentes.

A educadora Cássia Cristina acompanhada dos menores do grupo Amizade. Fotos: Agência Âncora/acervo Amipa.

Segundo o diretor executivo da Amipa, Lício Augusto Pena de Sairre, as crianças e adolescentes deram um show com esta amostra de trabalhos sobre a cultura do algodão, do plantio até a indústria têxtil. “O envolvimento dos alunos nessa atividade e os trabalhos apresentados mostram que estamos plantando uma sementinha de conhecimento que ainda vai gerar muitos frutos. Uma ação recheada de informação, conteúdo, cunho social, mas também de futuro. Em nome da Amipa e dos produtores, só temos a agradecer por essa ação e que no ano que vem nos proporcione mais momentos como esse”, afirmou Lício Pena.

Segundo a presidente da Amparo Maternal, Dra. Mirian, esta amostra mobilizou todas as educadoras, o pessoal administrativo e as crianças e adolescentes atendidos pela entidade, e ver os trabalhos produzidos foi emocionante. “Gostaríamos de agradecer à Amipa por ser uma associação parceira da Amparo e sempre presente em nossos projetos. Podemos dizer que uma associação que congrega todos os produtores de algodão tem uma responsabilidade social muito grande e a Amipa exerce com maestria. Nós só temos que expressar gratidão”, declarou.

Algodão inspira arte

A Amipa organizou essa ação como parte das comemorações do Dia Mundial do Algodão, ocorrido no dia 7 de outubro. Saiba mais.

Fundo Social Algobom

A Associação, por meio do seu núcleo social, agrupou a amostra cultural no “Dia Mundial do Algodão Kids” e levou às crianças do Amparo um kit composto pela cartilha “A História do Algodão”, lápis de colorir, lápis de escrever com ponteira personalizada com o “mascote” do algodão, adesivos e, claro, pirulito.

Além disso, em parceria com a Cemil (Cooperativa Central Mineira de Laticínios) e Cooperpluma (Cooperativa dos Produtores de Algodão do Estado de Minas Gerais), ofereceu um lanche especial para os menores.

Para encerrar a programação com muita alegria, os menores receberam um lanche especial e um kit presente da Amipa. Fotos: Agência Âncora/Acervo Amipa.

O Fundo Social Algobom é uma iniciativa de caráter filantrópico realizada pela Amipa e que tem como objetivo apoiar e incentivar atividades e projetos de natureza assistencial e social, em comunidades rurais ou urbanas, especialmente em municípios produtores de algodão.

A iniciativa do Algobom faz com que as divisas geradas pelo algodão mineiro contribuam com as comunidades do campo e da cidade onde a atividade algodoeira é praticada.

Amparo Maternal

É uma instituição que faz a diferença na vida de crianças e adolescentes em situações de vulnerabilidade social e econômica na cidade de Patos de Minas. Com mais de 30 anos de história, é uma referência em acolhimento, cuidado e desenvolvimento.

Através de atividades de apoio e programas abrangentes, a instituição oferece serviços de assistência gratuitos e permanentes para os seus assistidos e, indiretamente, para as suas famílias. A entidade mantém seus serviços a partir da doação da população patense e empresas parceiras.

Conheça o trabalho e contribua com sua doação.


Silvia Alves
Assessora de imprensa da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa)
imprensa@amipaweb.com
(34) 9 9878-9905

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Matriz: Rua Major Gote, 585 – 5º andar, salas 501/502 | Patos de Minas (MG) | CEP 38700-107
Filial 1: Central de Classificação de Fibra de Algodão (Minas Cotton) – Rua Francisco Cândido Xavier, 50 | Uberlândia (MG) | CEP 38405-352 | Tel.: +55 (34) 2589-8900
Filial 2: Fábrica de Produtos Biológicos (Biofábrica) – Rua Francisco Cândido Xavier, 50 – 1º andar | Uberlândia (MG) | CEP 38405-352 | Tel.: +55 (34) 2589-8900

© 2023 – Associação Mineira dos Produtores de Algodão (AMIPA) – Todos os direitos reservados.