noticias/16954-
AMIPA - Notícias > Conab revisa produção para cima e estima recorde na safra 2018/2019

Notificação

Coloque aqui a descrição do alerta pelo parametro 'desc'!
Fechar

20 anos

UMA ASSOCIAÇÃO DE FIBRA

Beneficiamento

BANCO TÉCNICO

Clique na imagem para ver detalhes.

Notícias

10/09/2019

Conab revisa produção para cima e estima recorde na safra 2018/2019

Conab revisa produção para cima e estima recorde na safra 2018/2019

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou, nesta terça-feira (10/9), a safra de grãos 2018/2019 em 242,138 milhões de toneladas, um novo recorde, de acordo com os dados oficiais. Os números estão no 12º Levantamento de Safra referente ao período. O número é superior ao de agosto, de 241,335 milhões de toneladas e supera em 6,4% a safra anterior, estimada em 227,679 milhões.

 

Na avaliação dos técnicos, uma das razões desse resultado foi o crescimento na produção de algodão, de 35,9% na safra 2018/2019 em comparação com a anterior. A Conab estima uma colheita de 4,087 milhões de toneladas de algodão em caroço e 2,725 milhões de toneladas de pluma. Na safra 2017/2018, foram 3,007 milhões e 2,005 milhões de toneladas, respectivamente.

 

 

“Entre os motivos estão a taxa de câmbio, a evolução dos preços e outros fatores, que levaram os produtores a expandir a área plantada, principalmente nos estados da Bahia e Mato Grosso”, analisa a Conab, estimando uma exportação de 1,5 milhão de toneladas da pluma, 50% a mais que no ano anterior.

 

Outra razão da safra recorde foi o aumento na produção de milho, estimada em 99,984 milhões de toneladas somando dois ciclos anuais. O número é 23,9% superior ao do ciclo 2017/2018, quando a colheita foi 80,709 milhões. O ciclo de verão 2018/2019 totalizou 26,188 milhões de toneladas, de acordo com o relatório deste terça-feira. A segunda safra é estimada em 73,795 milhões de toneladas.

 

A estimativa para a produção de soja recebeu um leve ajuste para baixo. O número atualizado é de 115,030 milhões de toneladas. No relatório de agosto, estava em 115,072 milhões. O volume representa uma queda de 3,6% em comparação com a temporada 2017/2018, estimada em 119,282 milhões de toneladas. Mesmo assim, é a segunda maior produção na série histórica da Companhia.

 

Já a produção de arroz foi levemente revisada para cima. O volume para a safra 2018/2019 passou de 10,428 milhões para 10,449 milhões de toneladas, considerando as lavouras irrigadas e de sequeiro. Ainda assim, uma queda de 13,5% quando comparada com o ciclo anterior, estimada em 12,064 milhões de toneladas.

 

Para o feijão, somando os três ciclos anuais nas variedades cores, caupi e preto, os técnicos da Conab estimam 3,022 milhões de toneladas. No relatório anterior, a estimativa era de 3,039 milhões. Para a primeira safra, o número é de 986 mil toneladas; para a segunda, de 1,292 milhão; e para a terceira, de 743,8 mil toneladas.

 

“O feijão apresentou bons resultados apenas na segunda e terceira safras, com aumento de 6,3% e 21,2% respectivamente. Mas não foi suficiente para garantir aumento no número total, que fechou 3% abaixo do ano anterior”, diz a Conab.

 

Culturas de inverno

 

Entre as culturas de inverno, a Conab revisou para baixo a estimativa para a colheita deste ano, de 6,857 milhões para 6,818 milhões de toneladas. Mesmo assim, é um aumento de 2% em relação ao ano passado, quando foram colhidos 6,686 milhões de toneladas de grãos como trigo, aveia, centeio e cevada.

 

Na principal das lavouras de inverno do país, a de trigo, a estimativa de produção foi revisada de 5,423 milhões para 5,399 milhões de toneladas para este ano. O número representa uma queda de 0,5% em relação ao ano passado.

 

Ao todo, os agricultores brasileiros semearam uma área de 63,217 milhões de hectares, 2,4% a mais que na safra 2017/2018, quando os grãos foram semeados em 61,721 milhões de hectares.

Voltar para a lista

Querido usuário: Atualize seu navegador

Identificamos que seu navegador está desatualizado e não consegue exibir complementamente este site, atualize-o.

Atualizar seu navegador

Infelizmente não existem versões mais recentes do seu navegador disponivél para seu sistema operacional(Windows XP ou inferior), com base nisto disponibilizamos abaixo o Google Chrome Frame, um complemento para seu navegaor que habilita a compatibilidade do site.

Clique ao lado para instalar o Google Chrome Frame e habilitar a compatibilidade do nosso site no seu navegador, após a instalação reinicie seu navegador.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do seu navegador, clique ao lado para atualizar para sua versão mais recente.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do Internet Explorer, clique ao lado para atualizar para o Internet Explorer 8.

Instalar um novo navegador

É altamente recomendavel que instale um novo navegador, os indicados abaixo foram testados e indicados por orgãos responsavéis.

Motivo para atualização ou instalação de um novo navegador

Nosso site usa e abusa das novas tecnologias da web para ofereçer segurança, estabilidade e rapidez para a sua navegação, seu navegador esta desatualizado e não oferece compatibilidade para tais tecnologias, além deste site, ele pode estar influenciando toda sua navegação na internet negativamente, entenda mais motivos clicando aqui.