destaques/74351-
AMIPA - Destaques > Biofábrica comemora seis anos de sucesso no controle biológico de pragas

Notificação

Coloque aqui a descrição do alerta pelo parametro 'desc'!
Fechar

21 anos

UMA ASSOCIAÇÃO DE FIBRA

Beneficiamento

BANCO TÉCNICO

Clique na imagem para ver detalhes.

Destaques

20/11/2020

Biofábrica comemora seis anos de sucesso no controle biológico de pragas

Biofábrica comemora seis anos de sucesso no controle biológico de pragas

A Fábrica de Produtos Biológicos da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), conhecida como Biofábrica, lotada na cidade de Uberlândia/MG, completou em 19 de novembro, seis anos de atuação na área de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Constituída com recursos do Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas) e, posteriormente, apoiada no projeto de expansão pelo Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), é considerada uma unidade filial estratégica dentro da Associação, um case de sucesso na utilização de macrorganismos (predadores e parasitoides) para o controle biológico das pragas que ameaçam as lavouras mineiras.

 

O uso de microvespas para o controle de uma praga exótica à época, a Helicoverpa armigera, foi a razão da concepção da Biofábrica Amipa. Inicialmente trabalhando com uma produção artesanal, a Biofábrica evoluiu ao longo dos anos e hoje produz em larga escala, atendendo a diversas culturas cultivadas pelos produtores. Com crescimento de 20% ao ano, em 2020 deverá ultrapassar a marca de 30 mil hectares manejados com macrorganismos em lavouras, como algodão, soja, milho, ervilha, tomate e café.

 

“Os produtores associados, bem como seus gestores técnicos, incorporaram o uso de macrorganismos como ferramenta de controle de pragas dentro do manejo integrado de pragas (MIP) da propriedade. Ainda temos muita área para trabalhar entre os associados, mas todos os que experimentam a biotecnologia tornam-se adeptos do uso deste tipo de controle biológico”, pontua o diretor-executivo da Amipa, Lício Pena. Ainda segundo ele, “a Biofábrica trouxe uma nova perspectiva de manejo, com monitoramento de pragas, uso de produtos seletivos e menos agressivos, causando menor desequilíbrio no meio ambiente da lavoura e, por consequência, uma produção mais sustentável”.  

 

O trabalho da Biofábrica chamou atenção e foi selecionado como uma das startups mais inovadoras do Brasil, chegado à etapa final no evento Pontes para Inovação 2019, promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Comitivas de estudantes, técnicos e profissionais do Brasil e de outros países visitam a unidade com o intuito de conhecer melhor esse trabalho inovador. Em 2019, técnicos da Biofábrica Amipa foram até Mali, na África Ocidental, prestar consultoria na produção de uma biofábrica local. “Estamos transferindo tecnologia a convite da Agência Brasileira de Cooperação, a ABC, com o objetivo de apoiar a agricultura africana no combate às pragas através do uso do controle biológico”, informa Lício Pena. 

 

Como funciona o controle biológico

 

Um dos métodos de controle biológico das pragas é o uso de macrorganismos, inimigos naturais das pragas – que podem ser predadores ou parasitoides. O Trichogramma pretiosum Amipa® é uma microvespa parasitoide que deposita seus ovos dentro dos ovos das mariposas, matando-os e servindo como meio para a reprodução de novas microvespas na lavoura. Dessa forma, nos ovos parasitados não nascem lagartas, impedindo o dano nas plantas e prevalecendo o controle da praga.

 

A Biofábrica Amipa produz de forma massal parasitoides e predadores, ambos agentes biológicos eficazes no controle de pragas. A Associação acompanha as liberações dos agentes biológicos na lavoura, realiza monitoramentos e define em conjunto com a equipe técnica da fazenda o melhor manejo dos macrorganismos nas áreas tratadas.

 

A partir dessas definições, a aplicação do produto é feita periodicamente por um profissional técnico da Amipa e as lavouras são monitoradas por meio de armadilhas com feromônios, além de monitores a campo para o mapeamento das populações de pragas.

 

A Biofábrica Amipa foi pioneira no Brasil com a adoção de drones para a liberação de macrorganismos no campo. Esta nova tecnologia rendeu à Associação o prêmio de Inovação na Agricultura durante o congresso Drone Show, realizado em 2017 na cidade de São Paulo. Com o uso de drones, viabilizou-se o uso do macrorganismos em grandes áreas, otimizando tempo e melhorando desempenho no rendimento das liberações a campo.

 

Contexto histórico

 

Em 2013, as lavouras de algodão foram atacadas por uma praga exótica “Helicoverpa armigera” que chegou ao Brasil e dizimou as lavouras, gerando prejuízos de bilhões de reais. Em busca de informações, a Amipa visitou países como Austrália e Índia, que já conviviam com essa praga e descobriu que por lá existia controle biológico para essa praga.

 

A partir desse contato, a Associação decidiu criar uma fábrica para produzir produtos biológicos que preenchesse a ausência no mercado de macrorganismos para o controle de pragas. O primeiro passo foi montar um laboratório para produzir o inimigo natural da lagarta Helicoverpa, a microvespa Trichogramma spp.

 

Desse produto inicial, a Biofábrica Amipa passou a fabricar outros agentes biológicos e se transformou em uma empresa que atende ao produtor associado que produz não só algodão, mas muitas outras culturas, e com isso diminui o uso de químicos. “Nós já temos café do cerrado com 2 anos sem uso de químicos, o que é algo que chama a atenção”, orgulha-se Lício Pena.

 

Hoje, a Associação não fabrica apenas o parasitoide Trichogramma pretiosum, mas também o predador, Crysoperla externa (em fase de registro como Crisopídeo Amipa). O T. pretiosum é registrado no Ministério da Agricultura, na Anvisa e no Ibama como Trichogramma pretiosum Amipa; o Crysoperla externa está registrado na Anvisa e Ibama como Crisopideo Amipa e em processo final de registro junto ao Ministério da Agricultura.

 

Segundo o diretor-executivo da Amipa entidade, a Biofábrica está em fase de pesquisa para dois agentes biológicos para controlar o bicudo-do-algodoeiro, por meio de um convênio de cooperação com a Embrapa Algodão. Caso os resultados das pesquisas sejam satisfatórios, esses produtos também serão produzidos em larga escala pela unidade.  

 

“Nós acreditamos que nesses 6 anos, o que sempre pautou a Biofábrica da Amipa e sua equipe técnica foi a busca de inovação, de novas práticas e novas tecnologias. Esta unidade tornou-se hoje referência em processos internos de produção e com isso se consegue um produto de altíssima qualidade, com um custo muito competitivo, tornando-se uma referência nacional. Hoje o Trichogramma pretiosum Amipa® é consolidado no Brasil, especialmente em Minas, onde estão nossos associados que fazem uso desse produto, com um resultado excelente no controle de pragas. A partir do ano que vem está em fase de registro alguns outros macrorganismos que irão ajudar muito no controle de outras pragas que tem tanto na cultura do algodão como em outras culturas como o café. Estamos muito felizes por esses 6 anos, período de muito crescimento, aprendizado e desenvolvimento, mas sabemos que ainda há muito a se fazer. Podem ter certeza de que a Biofábrica estará lançando muita coisa boa no mercado nos próximos dois anos”, declarou Daniel Bruxel, presidente da Amipa.

 

Imprensa Associação Mineira de Produtores de Algodão (Amipa)

Silvia Alves – Assessora de Imprensa

(34) 99819-9092

Whatsapp (61) 99606-9905

www.amipa.com.br

 

Fotos: acervo Amipa/Mauro Marques

1: sede da Biofábrica Amipa em Uberlândia-MG

2: aplicação de Trichogramma pretiosum Amipa em lavoura

Voltar para a lista

Querido usuário: Atualize seu navegador

Identificamos que seu navegador está desatualizado e não consegue exibir complementamente este site, atualize-o.

Atualizar seu navegador

Infelizmente não existem versões mais recentes do seu navegador disponivél para seu sistema operacional(Windows XP ou inferior), com base nisto disponibilizamos abaixo o Google Chrome Frame, um complemento para seu navegaor que habilita a compatibilidade do site.

Clique ao lado para instalar o Google Chrome Frame e habilitar a compatibilidade do nosso site no seu navegador, após a instalação reinicie seu navegador.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do seu navegador, clique ao lado para atualizar para sua versão mais recente.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do Internet Explorer, clique ao lado para atualizar para o Internet Explorer 8.

Instalar um novo navegador

É altamente recomendavel que instale um novo navegador, os indicados abaixo foram testados e indicados por orgãos responsavéis.

Motivo para atualização ou instalação de um novo navegador

Nosso site usa e abusa das novas tecnologias da web para ofereçer segurança, estabilidade e rapidez para a sua navegação, seu navegador esta desatualizado e não oferece compatibilidade para tais tecnologias, além deste site, ele pode estar influenciando toda sua navegação na internet negativamente, entenda mais motivos clicando aqui.