destaques/26463-
AMIPA - Destaques > Adesão ao programa ABR/BCI, safra 2020/2021, é iniciada em Minas Gerais

Notificação

Coloque aqui a descrição do alerta pelo parametro 'desc'!
Fechar

21 anos

UMA ASSOCIAÇÃO DE FIBRA

Beneficiamento

BANCO TÉCNICO

Clique na imagem para ver detalhes.

Destaques

18/02/2021

Adesão ao programa ABR/BCI, safra 2020/2021, é iniciada em Minas Gerais

Adesão ao programa ABR/BCI, safra 2020/2021, é iniciada em Minas Gerais

O Brasil hoje é um dos maiores fornecedores de algodão sustentável do mundo graças ao programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), criado em 2012 pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa). Seu objetivo é construir a boa imagem do algodão brasileiro e conquistar o mercado internacional, por meio da implantação gradativa de boas práticas econômicas, sociais e ambientais nas propriedades rurais que cultivam o algodão.

 

Novo avanço ocorreu em 2013, quando a Abrapa firmou um acordo de benchmarking com a instituição suíça Better Cotton Iniciative (BCI) que atua para melhorar a produção mundial do algodão para aqueles que o produzem, para o meio em que é cultivado e o para futuro do setor. Este acordo representou um grande avanço na questão da sustentabilidade na cultura algodoeira do Brasil, permitindo aos produtores que aderem à certificação ABR ter o ganho de poder, no mesmo protocolo de certificação, optar pelo licenciamento BCI, facilitando o acesso ao mercado global de algodão sustentável.

 

Todos os anos as Associações Estaduais, dentre elas a Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), realizam a mobilização dos cotonicultores para fomentar a participação no ABR. Em Minas Gerais as ações foram iniciadas no dia 19 de fevereiro, com o disparo de convites e orientações sobre o cumprimento do protocolo que neste ano, em razão da pandemia da Covid19, ocorrerá em formato remoto.

 

Para participar do programa na safra 2020/2021, o produtor interessado deve informar-se sobre o ABR/BCI, contatando a equipe técnica da Amipa, e assinar o termo de adesão. Após a assinatura, o produtor/unidade produtiva terá o apoio da Associação para realizar a etapa de Verificação para Diagnóstico da Propriedade (VDP), momento em que são avaliados 222 critérios quanto à regularidade da propriedade nos seguintes requisitos:

 

  1. Contrato de trabalho
  2. Proibição de trabalho infantil
  3. Proibição de trabalho análogo a escravo/condições degradantes ou indignas
  4. Liberdade de associação sindical
  5. Proibição de discriminação de pessoas
  6. Segurança, saúde ocupacional e meio ambiente do trabalho (NR31)
  7. Desempenho ambiental
  8. Boas práticas agrícolas

 

A partir do resultado desse diagnóstico, as propriedades devem se adequar para receber a certificação. Essa adequação é feita com o apoio de um consultor contratado pela Amipa que, ao receber o diagnóstico, preenche o Plano de Correção das Não Conformidades (PCNC) e relaciona todas as medidas que devem ser tomadas e implementadas pela propriedade, estabelecendo o prazo para execução.

 

Após realizadas todas as correções necessárias, a unidade produtiva está apta para receber a auditoria de certificação, chamada Verificação para Certificação da Propriedade (VCP). Nesta etapa devem ser cumpridos 165 critérios, sendo que destes há alguns de conformidade total obrigatória para certificação: todos os itens do critério 2 (proibição de trabalho infantil) e todos do critério 3 (proibição de trabalho análogo a escravo ou em condições degradantes ou indignas). Cumpridos todos esses requisitos, o produtor recebe o Certificado ABR e, se optante pelo licenciamento Better Cotton Initiative, a licença de comercialização BCI.

 

A certificação ABR utiliza um processo de evolução contínua até atingir um patamar ideal de conformidade nos critérios 1, 4, 5, 6, 7 e 8. Na primeira safra de certificação, é exigida da unidade produtiva a conformidade mínima de 85%. A conformidade mínima deverá atingir 87% na segunda safra de certificação, 89% na terceira e 90% na quarta, percentual este que deverá ser mantido para a obtenção de novas certificações.​

 

Na safra 2019/2020, Minas Gerais obteve o melhor índice de certificação no programa ABR desde a sua implementação no estado, em 2012. Foram 13 unidades produtivas certificadas pelo ABR e 13 licenciadas pela BCI.

 

Vale lembrar que o trabalho realizado pela Amipa no processo de certificação e licenciamento das propriedades, por meio da prestação de serviços de consultoria técnica para implementação das etapas obrigatórias, tem o apoio do Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas) e do Fundo de Desenvolvimento da Cotonicultura do Estado de Minas Gerais (Algominas).

 

O produtor interessado em aderir ao ABR ou em saber mais sobre o protocolo de certificação poderá entrar em contato com a Amipa por meio de qualquer um dos canais de atendimento.

 

Foto: Algodão mineiro certificado pelo ABR/BCI na safra 2019/2020 em lavoura da região Noroeste Mineiro

 

Crédito: acervo Amipa

 

Silvia Alves

Assessora de imprensa da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa)

www.amipa.com.br

@amipa.algodaomg

silviamaria1551@gmail.com

Fone: (34) 99819-9082

Whatsapp: (61) 99606-9905

Voltar para a lista

Querido usuário: Atualize seu navegador

Identificamos que seu navegador está desatualizado e não consegue exibir complementamente este site, atualize-o.

Atualizar seu navegador

Infelizmente não existem versões mais recentes do seu navegador disponivél para seu sistema operacional(Windows XP ou inferior), com base nisto disponibilizamos abaixo o Google Chrome Frame, um complemento para seu navegaor que habilita a compatibilidade do site.

Clique ao lado para instalar o Google Chrome Frame e habilitar a compatibilidade do nosso site no seu navegador, após a instalação reinicie seu navegador.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do seu navegador, clique ao lado para atualizar para sua versão mais recente.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do Internet Explorer, clique ao lado para atualizar para o Internet Explorer 8.

Instalar um novo navegador

É altamente recomendavel que instale um novo navegador, os indicados abaixo foram testados e indicados por orgãos responsavéis.

Motivo para atualização ou instalação de um novo navegador

Nosso site usa e abusa das novas tecnologias da web para ofereçer segurança, estabilidade e rapidez para a sua navegação, seu navegador esta desatualizado e não oferece compatibilidade para tais tecnologias, além deste site, ele pode estar influenciando toda sua navegação na internet negativamente, entenda mais motivos clicando aqui.