destaques/17708-
AMIPA - Destaques > Biofábrica Amipa comemora 7 anos com foco na inovação e sustentabilidade

Notificação

Coloque aqui a descrição do alerta pelo parametro 'desc'!
Fechar

22 anos

UMA ASSOCIAÇÃO DE FIBRA

Beneficiamento

BANCO TÉCNICO

Clique na imagem para ver detalhes.

Destaques

19/11/2021

Biofábrica Amipa comemora 7 anos com foco na inovação e sustentabilidade

Biofábrica Amipa comemora 7 anos com foco na inovação e sustentabilidade

Ao completar 7 anos de existência neste mês de novembro, a Fábrica de Produtos Biológicos (Biofábrica), segunda unidade filial da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), estrategicamente localizada em Uberlândia (MG), vem a cada dia se destacando por seu trabalho inovador com o uso de tecnologias para produção massal e liberação em campo de macrorganismos (MACs) para combate às pragas que ameaçam as lavouras mineiras. Somente em 2021, ultrapassou a marca de 40 mil hectares manejados com MACs em lavouras como algodão, soja, milho, ervilha, tomate e café.

 

 

Com a adoção de uma visão holística sobre os sistemas produtivos do algodão, a Biofábrica Amipa utiliza do monitoramento e controle biológico para um manejo mais equilibrado e sustentável, abrangendo todas as culturas que convivem ou rotacionam com o algodão. Para isso, a Associação imprime esforços e mantém investimentos contínuos em pesquisas e desenvolvimento de novos agentes biológicos potenciais para inserção no Manejo Integrado de Pragas (MIP), sempre em busca da sustentabilidade e melhor qualidade do algodão mineiro.

 

 

A Biofábrica Amipa possui em seu portfólio agentes biológicos parasitoides e predadores. Entre eles, destaca-se a microvespa parasitoide de ovos denominada Trichogramma pretiosum Amipa®, registrada no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) sob o nº 40.517. Esta vespa é especialista no parasitismo de ovos de pragas da ordem lepidóptera e com grande eficiência no controle de lagartas como a Helicoverpa armigera. É também uma ferramenta essencial no manejo de resistência de insetos e OGMs. 

 

 

Outro importante agente biológico é o Crisopídeo Amipa, também registrado no Mapa sob o nº 31.321. A Associação foi pioneira no Brasil na produção em larga escala da espécie denominada Chrysoperla externa e primeira empresa detentora do registro no Ministério. O Crisopídeo Amipa é um exímio predador generalista de diversas pragas como bicho mineiro, ninfas de mosca branca, pulgão, ácaros, cochonilhas e lagartas de primeiro instar. Na cultura do café tem demonstrado eficiência no manejo do bicho mineiro, tanto para lavouras orgânicas como convencionais. A Associação também vem adotando manejos com este agente na cultura do café e introduzindo em outros cultivos de algodão, fibras e hortifrútis.  

 

 

Com olhar sempre no futuro, as novidades não param. Entre elas, destaca-se a pesquisa realizada em parceria com a Embrapa Algodão de novos agentes macrobiológicos para controle do bicudo-do-algodoeiro, com algumas espécies de Catolaccus e Bracon. Com o protocolo de registro dos insumos junto ao Mapa sob o nº 17234964, em breve deverá ser iniciada a sua produção massal e utilização no campo.

 

 

Os avanços conquistados pela Biofábrica Amipa, juntamente com seus parceiros, estão se expandindo para outros continentes. Em convênio de cooperação técnica gerido pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), a Associação enviou técnicos para Mali, na África, com o intuito de transferir tecnologias de produção de macrorganismos. Atualmente a cooperação mantém em funcionamento uma biofábrica em Bamako com o emprego da tecnologia da Amipa na produção do Trichogramma pretiosum.

 

 

“Quando começamos o projeto de criação da biofábrica há 7 anos percebi o quanto seria importante para os associados a utilização dos macros que seriam multiplicados. Não apenas como mais uma ferramenta para auxiliar o produtor, mas sim como um instrumento que permitiria a diminuição da emissão de químicos no meio ambiente, trazendo qualidade para os produtos dos associados”, relata Fauze Elias Pena de Sairre, gerente de produção da Biofábrica Amipa.

 

 

Controle conservativo

 

 

O equilíbrio dos cultivos comerciais e o respeito ao meio ambiente são premissas adotadas pela Associação e colocadas em prática como tecnologias disruptivas que respeitam a natureza sem abrir mão da produção. Diante deste cenário promissor, a entidade fechou um acordo de cooperação técnica com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) para realizar pesquisas sobre controles biológico e conservativo visando a introdução de diferentes plantas floríferas e atrativas de inimigos naturais de pragas nas áreas de cultivo, manejando essas plantas nas entre linhas ou nas proximidades, promovendo o controle biológico natural e outros benefícios como a melhoria dos solos, a fixação biológica de nitrogênio, a descompactação e aumento da matéria orgânica.

 

 

Segundo a entomologista e pesquisadora da Epamig, Madelaine Venzon o uso do controle conservativo pode ser feito por meio de algumas práticas de diversificação de cultivo, tais como a agroflorestal, o policultivo e manejo de plantas espontâneas. Segundo a coordenadora do programa de Agroecologia da Epamig, não basta simplesmente diversificar, “há todo um estudo por trás, de quais plantas podem ser usadas. Isso porque elas não podem hospedar as pragas que atacam a cultura principal. Devem fornecer alimento só para os inimigos naturais e ser de fácil trato agronômico.”

 

 

O diretor executivo da Amipa, Lício Pena, ressalta a importância desse projeto, afirmando que a partir dessa visão holística da entidade, “olhamos a propriedade do associado como um todo, porque a praga de uma cultura migra para a outra. Trabalhamos e monitoramos todas as culturas, a fim de saber como está a população de pragas e fazer um manejo mais efetivo.”

 

 

Parcerias

 

O sucesso da Biofábrica Amipa só é possível devido às parcerias com entidades de renome nacional. A construção de sua sede e os trabalhos de pesquisa e desenvolvimento foram em grande parte financiadas com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas), por meio do Fundo de Desenvolvimento da Cotonicultura do Estado de Minas Gerais (Algominas).

 

 

Além dos convênios de cooperação com a Embrapa Algodão e Epamig, citados anteriormente, firmou parcerias com a Universidade Federal de Viçosa (UFV) – campus Alto Paranaíba e Universidade Federal de Lavras (UFLA) – sempre desenvolvendo ações de pesquisa e criando tecnologias disruptivas para a agricultura mineira.

 

 

Foto: Sede da Biofábrica Amipa em Uberlândia (MG). Crédito: acervo Amipa/Mauro Marques

 

 

Silvia Alves

Assessora de imprensa da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa)

silviamaria1551@gmail.com

WhatsApp: (61) 99606-9905

 

 

Siga a Amipa:

Instagram/Facebook: @amipa.algodaomg

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCIzT7SEpgyHeQce9PzUdHEg

https://amipa.com.br

 

Voltar para a lista

Querido usuário: Atualize seu navegador

Identificamos que seu navegador está desatualizado e não consegue exibir complementamente este site, atualize-o.

Atualizar seu navegador

Infelizmente não existem versões mais recentes do seu navegador disponivél para seu sistema operacional(Windows XP ou inferior), com base nisto disponibilizamos abaixo o Google Chrome Frame, um complemento para seu navegaor que habilita a compatibilidade do site.

Clique ao lado para instalar o Google Chrome Frame e habilitar a compatibilidade do nosso site no seu navegador, após a instalação reinicie seu navegador.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do seu navegador, clique ao lado para atualizar para sua versão mais recente.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do Internet Explorer, clique ao lado para atualizar para o Internet Explorer 8.

Instalar um novo navegador

É altamente recomendavel que instale um novo navegador, os indicados abaixo foram testados e indicados por orgãos responsavéis.

Motivo para atualização ou instalação de um novo navegador

Nosso site usa e abusa das novas tecnologias da web para ofereçer segurança, estabilidade e rapidez para a sua navegação, seu navegador esta desatualizado e não oferece compatibilidade para tais tecnologias, além deste site, ele pode estar influenciando toda sua navegação na internet negativamente, entenda mais motivos clicando aqui.