destaques/13769-
AMIPA - Destaques > Amipa apresenta Plano Orçamentário referente a 2020 ao CG Proalminas

Notificação

Coloque aqui a descrição do alerta pelo parametro 'desc'!
Fechar

20 anos

UMA ASSOCIAÇÃO DE FIBRA

Beneficiamento

BANCO TÉCNICO

Clique na imagem para ver detalhes.

Destaques

04/02/2020

Amipa apresenta Plano Orçamentário referente a 2020 ao CG Proalminas

O novo Plano Orçamentário contempla 15 áreas para atuação na cotonicultura, em todo o estado, que contam com o apoio financeiro do Fundo Algominas
Amipa apresenta Plano Orçamentário referente a 2020 ao CG Proalminas

A Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa) realizou, em 5 de dezembro de 2019, em Belo Horizonte, a prestação de contas do Plano Orçamentário de Aplicação e Metas do Fundo de Desenvolvimento da Cotonicultura do Estado de Minas Gerais (Algominas) relativo ao exercício de 2019 e apresentação da minuta do Plano Orçamentário para 2020, durante reunião do Conselho Gestor do Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas), ocorrida na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

 

As ações executivas realizadas pela Associação, em 2019, em parceria com o Fundo Algominas, assim como os investimentos financeiros justificados, foram aprovadas pelos conselheiros. Para 2020, o Plano Orçamentário aprovado contempla 15 áreas de atuação exclusivas para a cotonicultura mineira, que devem receber o apoio financeiro do Fundo Algominas, a saber: gestão associativista do setor algodoeiro de Minas; comunicação e eventos para fomento do algodão; desenvolvimento de pesquisas; prevenção, monitoramento e controle de pragas e doenças do algodão; acordo de cooperação com Instituto Mineiro de Agropecuária; desenvolvimento da produção de algodão na agricultura familiar; análise e classificação do algodão mineiro; dia de campo e viagens técnicas e institucionais; capacitação técnica e treinamento; suporte operacional do Proalminas; implementação de boas práticas no algodão mineiro.

 

Entre os membros do Conselho Gestor presentes à reunião, destacaram-se a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Maria Valentini, o coordenador do Proalminas, Carlos Eduardo Bovo, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Flávio Roscoe. Representando a Amipa, compareceram o presidente, Daniel Bruxel, e o diretor-executivo, Lício Pena.

 

Evolução e destaques do Plano Orçamentário 2020

 

Na avaliação do coordenador do Proalminas, Carlos Eduardo Bovo, os planejamentos orçamentários elaborados pela Amipa têm evoluído bem a cada ano, aprimorados e refinados no que tange à utilização dos recursos do Fundo Algominas.

 

Entre as proposições da entidade para 2020, além dos trabalhos voltados à qualidade do algodão, ao desenvolvimento tecnológico e ao suporte aos produtores associados e às algodoeiras, ele destaca três pontos que evidenciam esse aperfeiçoamento das atividades da Associação.

 

O primeiro citado diz respeito aos projetos de pesquisa desenvolvidos pela em conjunto com a Embrapa e as universidades, que trazem um ganho expressivo para o setor produtivo, tanto na questão do controle biológico como na qualidade do algodão.

 

Em seguida, alinhada à proposta de avaliação do Proalminas, vem a ser a previsão de uma rubrica dentro do Plano que prevê a parceria com a Fundação João Pinheiro (FJP). A instituição vai analisar o resultado do Programa desde a sua criação até os dias atuais, apurando os impactos econômico, social, ambiental e tecnológico, os ajustes ainda necessários e a sua validação junto aos órgãos competentes.

 

Já o terceiro tem foco em inovação, alcançada por meio de um trabalho junto a startups e outros setores para aumento de produtividade, com atenção especial dada à Fábrica de Produtos Biológicos (Biofábrica) da Amipa, com alguns testes em andamento, iniciados em 2019. “Isso mostra o protagonismo da Associação e a sua preocupação com as questões ambientais e com uma crescente conexão com o mercado”, relata Bovo.

 

Para Carlos Eduardo, outro aspecto da atuação da Amipa que reforça o seu objetivo de se conectar cada vez mais ao que acontece no Brasil e no mundo, está nas ações de fomento e promoção da cotonicultura mineira, entre elas a atualização contínua dos produtores com relação aos avanços mais significativos do setor e em questões de técnicas produtivas, de processamento e de mercado.

 

O coordenador acredita que os projetos tecnológicos desenvolvidos pela Associação são alguns dos grandes pilares do Proalminas, responsáveis por toda a evolução existente hoje na cultura do algodão em Minas e na cadeia produtiva, conquista que é fruto do investimento relativamente pequeno realizado pelo Programa, considerando o retorno que tem oferecido ao setor. “É por meio desses projetos que se torna possível reorientar toda a cadeia produtiva na ponta, orientando os produtores na melhoria da qualidade, no plantio e na condução da lavoura do algodão. Interessante é que essa demanda vem dos produtores, não é forçada. O produtor busca saber da qualidade do algodão, entender porque não é melhor e o que deve fazer para melhorar”, afirma.

 

Outros três eventos constaram na agenda do dia: a primeira entrega de certificado do programa Certifica Minas – Algodão, para cotonicultores de diferentes regiões produtoras; a apresentação do Projeto de Avaliação do Proalminas, por representantes da FJP e a entrega dos certificados de participação no Proalminas às indústrias têxteis mineiras, feita pelo governo de Minas, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

 

Produtores associados recebem o Certifica Minas – Algodão

 

Foram entregues as primeiras certidões de participação no Programa Certifica Minas – Algodão para três cotonicultores associados da Amipa: Décio Bruxel/Fazenda Pontal de Lagoa Grande, Noroeste Mineiro; Inácio Carlos Urban/Fazenda Pirulito de São Gonçalo do Abaeté, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba; José Alves de Sousa (Zé Brasil)/Fazenda Ferraz de Catuti, Norte de Minas.

 

O governo de Minas implementou o programa em 2019 e, com o apoio do Proalminas, concluiu a integração da commodity no processo de certificação no final do ano. A iniciativa valoriza e fomenta ainda mais a sustentabilidade regional, levando em conta que a produção mineira do algodão é a maior do Sudeste e está situada junto ao terceiro maior parque têxtil do país.

 

O Certifica Minas – Algodão é uma certificação de conformidade, que garante o atendimento aos critérios sociais, ambientais e técnicos para a produção de algodão, contribuindo para a competitividade dos produtos agropecuários e agroindustriais e a sua ocupação de novos mercados, nacionais e internacionais.

 

O Programa é coordenado pela Seapa e realizado em conjunto com a Amipa e as instituições que compõem o Sistema Agricultura: Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Empresa de Assistência Técnica e Extensão do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e Empresa e Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

 

 A adesão do cotonicultor é voluntária. Alguns requisitos precisam ser atendidos, como filiação à Amipa e aos sindicatos que representam o segmento têxtil estadual. O site do Certifica Minas traz todas as informações necessárias para a adesão do produtor.

 

Avaliação do Proalminas

 

Resultado de um protocolo de intenções, assinado pela Seapa, FJP e Amipa, o projeto de avaliação dos resultados obtidos pelo Proalminas foi apresentado pela Fundação, abrangendo o impacto do programa nas áreas financeira, social, tecnológica e de geração de emprego e renda para os setores agrícola e industrial, do seu início (2003) até os dias atuais.

             

Na avaliação da secretária de Agricultura, Ana Maria Valentini, a assinatura do protocolo de intenções trará mais um importante ganho para o Proalminas, em especial na sua defesa enquanto uma política pública de extrema relevância para a cotonicultura mineira.

 

O diretor-executivo da Amipa, Lício Pena, endossa esse entendimento, ressaltando o quanto o Programa foi e ainda é um dos principais pilares de sobrevivência e de sustentação da cotonicultura estadual, face à história de quase extinção da produção em Minas e em outros estados com tradição de grandes produtores de algodão.

 

Entrega dos certificados às indústrias têxteis de Minas

 

O governo de Minas, por meio da Seapa, fez a entrega dos certificados de participação no Proalminas a 37 indústrias que integraram o Programa entre abril de 2018 e março de 2019. Confira a lista das indústrias mineiras participantes, disponibilizada pela Agência Minas.

 

O Proalminas, desenvolvido em parceria com a Amipa e com as instituições que fazem parte do Sistema Agricultura, tem como objetivo fomentar a cadeia produtiva do algodão de forma por meio da concessão de benefícios aos setores industrial têxtil e cotonicultor.

 

Pelo acordo, as indústrias têxteis se comprometem com aquisição de uma cota do algodão produzido e beneficiado em Minas. Os produtores têm ainda, além da comercialização garantida, o pagamento do algodão pelo valor de mercado com um adicional de 7,85%. Em compensação, devem fornecer a commodity com o Certificado de Origem e Qualidade, emitido pelo IMA.

 

Como contrapartida, as indústrias têxteis têm desoneração fiscal assegurada junto à Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), por meio da isenção de 41,66% do crédito presumido de ICMS na compra do algodão certificado dos produtores mineiros. A concessão do benefício ainda prevê a destinação de 1,5% dos recursos da desoneração das indústrias ao Fundo Algominas, responsável pelos investimentos no aprimoramento da cotonicultura no estado.

 

Por:      Assessoria de Imprensa | Lorene Souza (Jornalista, 17007)

            Patos de Minas | 04/02/2020

 

Fotos: acervo Amipa

 

Foto 1- Conselho Gestor do Proalminas aprecia o Plano Orçamentário da Amipa para a cotonicultura mineira, em 2020.

 

Foto 2 - O produtor e presidente da Amipa, Daniel Bruxel, recebe da secretária de Agricultura de Minas, Ana Valentini, uma das primeiras certidões do Certifica Minas- Algodão, safra 2018/2019.

 

Foto 3 - O agricultor familiar do Norte de Minas e associado da Amipa, José “Brasil” também recebe da secretária de Agricultura de Minas, Ana Valentini, a sua certidão do programa, safra 2018/2019

 

Fonte: Amipa

 

 

Voltar para a lista

Querido usuário: Atualize seu navegador

Identificamos que seu navegador está desatualizado e não consegue exibir complementamente este site, atualize-o.

Atualizar seu navegador

Infelizmente não existem versões mais recentes do seu navegador disponivél para seu sistema operacional(Windows XP ou inferior), com base nisto disponibilizamos abaixo o Google Chrome Frame, um complemento para seu navegaor que habilita a compatibilidade do site.

Clique ao lado para instalar o Google Chrome Frame e habilitar a compatibilidade do nosso site no seu navegador, após a instalação reinicie seu navegador.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do seu navegador, clique ao lado para atualizar para sua versão mais recente.

Atualizar seu navegador

Seu navegador possui uma versão mais recente, atualize-o para poder acessar este site.

Identificamos que voce está utilizando um versão desatualizada do Internet Explorer, clique ao lado para atualizar para o Internet Explorer 8.

Instalar um novo navegador

É altamente recomendavel que instale um novo navegador, os indicados abaixo foram testados e indicados por orgãos responsavéis.

Motivo para atualização ou instalação de um novo navegador

Nosso site usa e abusa das novas tecnologias da web para ofereçer segurança, estabilidade e rapidez para a sua navegação, seu navegador esta desatualizado e não oferece compatibilidade para tais tecnologias, além deste site, ele pode estar influenciando toda sua navegação na internet negativamente, entenda mais motivos clicando aqui.